Pixel's Blog

14 novembro 2017

Transforme a crítica em feedback construtivo

Quando feita de maneira errada, uma crítica pode gerar mais problemas que ajudar. As críticas, no entanto, fazem parte do cotidiano do mundo profissional. Mas existe uma diferença entre criticismo e feedback construtivo!

Qual a diferença entre criticismo e feedback construtivo?

O criticismo é uma resposta imediata e impulsiva para determinada ação, sem necessariamente mostrar um caminho alternativo para que algo seja feito de maneira correta. Por lidarmos com pessoas, o ambiente de trabalho envolve diversidade de ideias, de pensamentos e de processos, e é natural que erros aconteçam. Mas será que ofensas são o melhor caminho para consertar esses erros?

Julita Haber, professora assistente de organização de Comportamento Organizacional na Fordham University, afirma que os estímulos negativos que recebemos no nosso cérebro são processados quase que instantaneamente, e isso faz com que essas experiências negativas fiquem armazenadas na memória a longo prazo. As experiências positivas, por outro lado, são mantidas no cérebro por pelo menos 12 segundos antes de serem absorvidas na memória de longo prazo.

Ou seja, uma crítica pode ter um impacto muito maior do que a gente imagina. Esse tipo de comportamento pode desmotivar a equipe, e isso não é uma vantagem para ninguém. É claro que os feedbacks também fazem parte, mas existe uma forma de transformar essa experiência em algo construtivo.

Mas como transformar o criticismo em feedback construtivo?

Muitas coisas que criticamos em nossos colegas de trabalho são apenas questões de estilo ou temperamento diferente. Uma forma de acabar com isso é promover treinamentos e adotar políticas de diversidade e inclusão. As pessoas, muitas vezes, precisam de ajuda para entender que as pessoas são diferentes e isso é muito bom para novas ideias e para uma visão de futuro.

Por exemplo, quando se alguém da sua equipe toma uma iniciativa, mas comete um erro, elogie-o pela proatividade e, depois, ajude-o a enxergar onde está esse erro. Essa é uma maneira de mostrar apoio, o que é muito importante neste ambiente de trabalho. Outra coisa que pode funcionar é você focar no processo, e não nas pessoas. Você pode se perguntar o que está funcionando bem no projeto, e o que pode ser melhorado. Aponte quais ações podem ser feitas de outra maneira, ao invés de apontar que uma pessoa não está sendo produtiva.

Esse tipo de feedback construtivo pode ajudar para que os colaboradores tenham mais satisfação nos seus trabalhos e, ainda, pode colaborar para o crescimento profissional de cada um. Por isso, é importante encontrar um caminho para que as críticas sejam feitas com inteligência emocional!

Não esqueça de conferir como o senso de comunidade pode ajudar no ambiente de trabalho nesse post: Por que o senso de comunidade no ambiente de trabalho pode ajudar sua empresa a crescer?